20 de setembro de 2016 Kareemi 4Comment

 

tumblr-amor-proprio-cronica-blog-fries-before-guys-unicornio-intergalatico-kah-bezerra

Google Imagens

Autoestima e Amor Próprio: duas características que quando conscientemente trabalhadas e readquiridas, fazem verdadeiros milagres na nossa vida. E são duas características que têm aparecido bastante como sugestões de temas para os vídeos, e para serem mais trabalhadas entre os inscritos do grupo Viver Com Leveza.

Bom, Autoestima e Amor Próprio estão diretamente ligados. Se você tem amor próprio, se você se ama e se aceita assim, com todas as suas qualidades e defeitos, naturalmente você tem uma autoestima bacana. Ou seja, se você tem um, você tem o outro. A questão é que a maioria de nós tem muita dificuldade de se amar e se aceitar, mas muita dificuldade mesmo, e isso também é cultural, vem da cultura cristã;

Gente, quando eu digo “cultura cristã”, eu não estou falando de religião ou crenças religiosas, ok? Que isso fique bem claro! Eu estou falando do Cristianismo no contexto histórico, e que há séculos atrás exerceu o seu poder sobre o povo se utilizando de um “Deus Amedrontador”, que julga, condena, que queria que fôssemos, “assim ou assado para sermos dignos do seu Amor e Misericórdia…” aquele Cristianismo político lá da Idade Média e pelo qual o Papa Francisco (se não me engano) já até pediu perdão em nome da Igreja Católica… Mas que é uma cultura no nosso país – pois fomos uma colônia Cristã- e que já nos faz nascer pagãos, e sempre precisarmos da aprovação do outro, sermos bons com o próximo, é sempre tudo para o outro para então sermos melhores. Nunca é por nós mesmos em primeiro lugar… até porque isso soaria “egoísta”, certo? Mas se nós temos que “amar ao próximo como a nós mesmos”, então primeiro eu preciso me amar. Primeiro eu preciso me aceitar, porque se eu não me amo e não me aceito integralmente, então eu não tenho como oferecer isso ao próximo.

Só que ninguém ensina isso pra gente. Nossos pais, com a maior das boas intenções, também acabaram por contribuir com a nossa falta de amor próprio. Muitas vezes para sermos aceitos, elogiados, ou nos sentirmos amados, podem ter existido condições…” comer tudo pra só assim crescer e ficar forte”, “seja uma menina bonita e não faça tal coisa”, “criança inteligente não faz isso”, essas coisas… e que trabalham nossa mente para sempre precisarmos de aprovação, aceitação e amor dos outros.

Pra quem quer trabalhar seu amor próprio e resgatar sua autoestima, eu sugiro trazer pra sua vida mais “Nãos” aos outros! Você vai implantar o “não” na sua vida como resposta ao que você NÃO quer, ok? Pessoas com baixo autoestima têm muita dificuldade de dar negativas porque querem ser aceitas, mas agora isso vai mudar! Muitas vezes dizer não ao outro, é dizer sim a si mesmo, e agora (e daqui pra frente) é SIM pra você!

Se você não se ama, não se respeita e não se coloca em primeiro lugar aí dentro de você, as pessoas no seu entorno, e todo o movimento do universo à sua volta, vão repetir a vibração que você está emanando: a de não te amar, não te aceitar e te respeitar então, nem se fale, né?! E você já tá cansado disso. Você já ta exausto de relações onde você nunca é prioridade, mas só sendo a sua prioridade, você transforma isso na sua vida.

Em primeiro lugar você é perfeitamente como deve ser, todos nós somos perfeitamente como devemos ser, e esse corpo, nossas qualidades e defeitos como seres humanos que somos, foram especialmente desenhados pra essa experiência que é viver, de acordo com o que nós precisávamos pra estarmos aqui. Então honre o seu jeito, a sua aparência física, seja grato por ser quem você é, como você é! Porque todos nós estamos vivendo essa dádiva toda! Por isso VOCÊ, que quer se empoderar de si mesmo, deveria levantar todas as manhãs, se olhar no espelho e dizer, “Eu te amo”, fica a dica de um hábito que você deve criar já pra amanhã quando se levantar da cama: se olhar no espelho e declarar seu amor por você mesmo!

Outra coisa super importante, e que acontece muito quando temos consciência do que precisamos mudar em nós pra vivermos melhor, é ficar atento à autocrítica, por que… porque nós tendemos a ficar nos criticando, e até mesmo com raiva de nós mesmos por repetirmos comportamentos que não queremos mais, e isso não é saudável pra quem está num momento de trazer à tona a sua autoestima. Se você se ama, seja compassivo consigo mesmo, perdoe-se… estar consciente das atitudes que não contribuem com o seu desenvolvimento pessoal, já é meio caminho andado pra eliminá-las. Com atenção e intenção, você vai mudar isso, mas com autocríticas demais, o amor próprio acaba sendo de menos.

Você é o universo inteiro num pedacinho de energia condensada.
Você determina a sua realidade,
Você é digno do seu amor, porque nós somos Amor!
Você não precisa que ninguém te aceite além de você mesmo, e quando você se aceita, tudo muda.

Olha pra mim, olha que coisa estranha esse corpo faltando uma parte grande e tão aparente… quando eu me vi no espelho uns 10 dias depois de ter ficado amputada, careca, cheia de marcas, eu me achei muito estranha, mas eu sabia que eu ia me acostumar e já aceitava a nova forma mesmo achando estranha. Até porque eu não tinha outra opção. Eu não queria nenhum olhar de pena ou estranhamento pra mim, então eu disse pra mim mesma: “Vai ser você se gostar assim, que vai fazer com que os outros passem a gostar de você assim também”, e assim foi. Não foi simples, mas essa é uma verdade que eu sabia, “tudo parte de mim, e não dos outros”. Eu não descuidei da autoestima nem hospitalizada. Pedi pra minha prima tirar minha sobrancelha no hospital mesmo, e quando voltei pra casa tentei me maquiar pela primeira vez, pus um vestido que gostava, e fiz o que só eu poderia fazer por mim: me amar independente de condições. Eu sou muito chata, sou muito difícil de conviver, e vivo em constante atenção pra mudar muita coisa em mim… mas eu me aceito, me perdoo, e me amo como eu sou.

E por que você não pode fazer o mesmo?

Qual desculpa você vai se dar agora?

Mais “nãos” aos outros, mais “sins” a você mesmo. Se ame, se aceite e viva com leveza!

Um Beijo no Coração,

Kareemi.
Porque a Vida Pode Ser Mais Leve!

 

As inscrições para o meu Workshop de Ginecologia Emocional, um curso 100% Online, estão abertas. Para receber todas as informações clique neste link.

 

ESCOLHIDO PARA VOCÊ:

Viva uma Realidade Leve e Harmoniosa!

A importância da Consciência Corporal

O amor anda complicado?

 

Use as hashtags abaixo nas suas redes ao compartilhar os nossos conteúdos, assim mais pessoas se juntarão a nós neste Lindo Despertar!

#ViverComLeveza
#GinecologiaEmocional
#EstamosJuntas

4 thoughts on “Autoestima e Amor Próprio

  1. vi vc hj no programa da fátima bernardes e fiquei encantado. tive uma fratura de ombro, estava angustiado, mas fiquei mais animado ao ver sua força e sua alegria. obriado. abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *